BOOKSMART

Booksmart: Inteligentes e Rebeldes
0 (0)

14 de agosto, 2019 0 Por Maria da Luz Pinheiro
  • 3Minutos de leitura
  • 711Palavras
Também o tempo torna tudo relativo

Este artigo foi inicialmente publicado há mais de 3 anos - o que é muito em "Tempo Internet". Pode estar desatualizado e pode ter incongruências estéticas.

MALALA! – Booksmart, ou a certeza de que há na vida, tempo para tudo.

As expectativas que tínhamos antes do visionamento deste filme eram bastante positivas. Conhecíamos Beanie Feldstein de Lady Bird e as espectativas estavam no máximo. Sabíamos não se tratar da típica história de filme teen em que a trama se desenvolve para o objetivo universal da maioria desses filmes: o namoro entre a rapariga e o rapaz do liceu/ secundário. Confirmou-se e ainda bem! Significa que há novas possibilidades e novos campos a serem explorados. Booksmart dá a tónica a esse caminho com uma proposta muito simples, criando uma história de amizade entre duas raparigas que se encontram a terminar o ensino secundário.

Booksmart

Beanie Feldstein e Kaitlyn Dever

Amy (Kaitlyn Dever) e Molly (Beanie Feldstein) são duas amigas, consideradas como as nerds da sua turma. Molly, ao aperceber-se que os restantes colegas fizeram uma vida escolar de festa e, que ainda assim irão integrar as Harvards deste mundo, toma uma decisão – passar a última noite antes da graduação na festa do rapaz mais popular da escola. A premissa pode parecer cliché, e as personagens são em muitos casos estereotipadas: bad boy, rapariga popular, etc. no entanto, essas personagens tipo, servem de pano de fundo para destacar a nossa dupla – Amy e Molly.

Booksmart: Inteligentes e Rebeldes Artes & contextos BS 01761 RC

Kaitlyn Dever e Beanie Feldstein

Este é um filme que trata muito bem a identidade, e o modo como as relações num período tão importante formam o modo como construímos as nossas vidas daí em diante. É, portanto, um filme de autoconhecimento de Amy e Molly, mas também de conhecimento de quem as rodeia. Apesar das situações serem altamente exageradas e obviamente impossíveis na realidade, elas seguem uma lógica de verdade e provam-nos que o cinema, para fazer sentido, não tem de seguir constantemente uma linha realista.

Ao longo do filme, a dupla passa por diversas festas, nas quais vão experimentando o que nunca pensaram vir a fazer: desde consumir substâncias alucinogénicas, álcool, etc. e permitindo-nos ao longo dessas festas conhecer melhor o restante elenco.

Booksmart

Victoria Ruesga e Kaitlyn Dever a

Na história dirigida por Olivia Wilde não existem atores superstars do momento, (ainda assim conta com Lisa Kudrow e Jason Sudeikis) mas estes miúdos exibem a todos nós uma coerência em performances extraordinárias que nos imergem no que se está a passar. Com as festas e os efeitos do álcool as personagens começam naturalmente a revelar-se como não sendo bem o que mostram na escola, dando ainda espaço ao super estereótipo para quebrá-lo e surpreender-nos.

Booksmart

Noah Galvin e Austin Crute

Booksmart é talvez o filme que alguns de nós desejaríamos ter visto no liceu, já que nos permite ver uma série de aspetos fundamentais para a vida, que poderão na altura, ter passado ao lado. Mostra-nos que há tempo para tudo, que na vida não temos apenas uma opção, ainda que sejamos muito bons nela.

Se Amy e Molly não tivessem desejado quebrar as regras, não teriam saído das suas redomas, e não teriam experimentado a liberdade.

BOOKSMART

Beanie Feldstein e Kaitlyn Dever

Devemos aceitar as experiências que a vida nos proporcione, para que a possamos viver o mais completa possível e reconhecer, fundamentalmente, que nem tudo é o que aparenta ser. O rapaz ultrapopular da escola não é necessariamente amado por todos, nem é obrigatoriamente o mais feliz possível.

Booksmart é um hino à liberdade e ao quebrar dos tabus, onde cabem os rejeitados, os diferentes do que é vulgarmente aceite como normal, os ultrafamosos, etc. No fim, somos todos seres humanos.

Booksmart não é o mero teen movie e muito menos uma comédia romântica qualquer.

Considera, por favor fazer um donativo ao nosso site.
Ajuda-nos a não depender da publicidade para continuarmos a partilhar Arte mantendo o Artes & contextos livre.
Podes também ajudar-nos ao subscreveres a nossa Newsletter e acompanhando-nos no Facebook, no Twitter e no Instagram

Esperamos expectantes a próxima realização de Olivia Wilde, que iniciou assim a sua carreira como realizadora.

Veja Booksmart: Inteligentes e Rebeldes no IMDB

Estreia dia 15 de agosto


Como classificas este artigo?

Licenciada em História de Arte pela Faculdade de Letras de Lisboa. Apaixonada por histórias contadas na imagem, literatura do século XIX e artes decorativas. Defensora da liberdade no mundo da arte.

Jaime Roriz Advogados Artes & contextos