Sem Filtro

Sem Filtro (Chamboultout)
0 (0)

27 de junho, 2019 0 Por Maria da Luz Pinheiro
  • 3Minutos de leitura
  • 746Palavras
Também o tempo torna tudo relativo

Este artigo foi inicialmente publicado há mais de 3 anos - o que é muito em "Tempo Internet". Pode estar desatualizado e pode ter incongruências estéticas.

Sem filtro (Chamboultout), realizado por Eric Lavaine e baseado numa história verídica, conta com a participação dos Ibéricos José Garcia (espanhol) e Nuno Lopes (português). Realizador do célebre filme Retournez Chez Ma Mére (Isto só a mim!), Lavaine leva-nos numa viagem emocional relatando uma história inspiradora de como o ser humano pode lidar com as maiores adversidades.

Sem Filtro

Fotos Copyright : © 2019 Same Player – Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

Beatrice (Alexandra Lamy) decide escrever um livro a relatar os últimos cinco anos da sua vida condicionados pelo acidente que o seu marido Frederic (José Garcia) sofreu e que, após um coma de 127 dias, o deixou cego e com dificuldades cognitivas. Essas mesmas dificuldades prendem-no, psicologicamente, ao ano de 2013, mas também o deixaram sem filtro: diz literalmente tudo o que lhe vem à cabeça.

Sem Filtro

Fotos Copyright : © 2019 Same Player – Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

Entre lidar com o quotidiano, o crescimento dos filhos e o cuidado contínuo do seu marido, Beatrice encontra em Bérnard (Nuno Lopes), chefe de uma estação de autocarros, um porto de abrigo emocional e amoroso.

Apesar deste caso de adultério, Bea – como Frederic carinhosamente lhe chamava – ama incondicionalmente o seu marido, mas também o amante.

O que distingue estes dois sentimentos paralelos, é a motivação de cada um: a relação com Fred é psicológica e matrimonial, enquanto relação com Bérnard é física e extraconjugal, mas ambas se complementam, e coexistem, sem que ela pretira qualquer uma delas.

Para celebrar o seu aniversário, Fred e Bea vão para Biarritz, com os seus amigos. Esses mesmos amigos, são os companheiros de viagem do casal nos últimos 5 anos.

Sem Filtro (Chamboultout) Artes & contextos Chamboultout 01736

Fotos Copyright : © 2019 Same Player – Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

Confrontando-nos com a importância da amizade, apesar das suas incontornáveis complicações, cada um dos amigos tem o seu papel especial na condução desta situação tão especial, tornando-se necessariamente personagens do livro biográfico de Bea.

Das muitas verdades inconvenientes que ressaltam da leitura do livro, nascem discussões entre as personagens, sendo que o elemento caótico e o toque cómico pincelam a tela fílmica oferecendo uma dinâmica especial a cada cena. Cada personagem é única e inesquecível, com uma presença marcante na narrativa.

Sem Filtro

Fotos Copyright : © 2019 Same Player – Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

Biarritz serve de fundo para a mise en scène do filme transmitindo-nos a mistura entre a calmaria ofertada pelas paisagens verdejantes e o azul do mar versus o turbilhão de emoções, que as personagens vivem num paralelo ao processo meteorológico e da naturalidade com que se passa de um dia solarengo a uma tempestade.

O filme mostra-nos como uma amizade verdadeira deve ser construída com base na verdade e na honestidade, mas sobretudo no amor.

A construção do argumento foge à usual comédia romântica. Para isso o realizador procura atribuir-lhe uma carga dramática que permite levar a história por caminhos que mostram uma lógica e uma sensibilidade para com as personagens muito especial.

Fotos Copyright : © 2019 Same Player - Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

Fotos Copyright : © 2019 Same Player – Gaumont Photos : Nathalie Mazéas

 

Assim, é mostrada a vida extraconjugal que Béa tem com Bernard, não de modo castrador ou negativo, mas como uma consequência lógica da situação dramática que vive e que culmina muito bem, citando a mãe de Fred, na conclusão de que: “Fred necessita de Béa, mas Béa precisa de Bernard“. Isto, demonstrando que as coisas não têm obrigatoriamente que seguir a lógica política e socialmente correta, mas sim o rumo que as circunstâncias oferecem.

100 minutos em que o espectador não pode deixar de ficar complacente com a emoção que lhe é oferecida através da trama. Esta, transmite-nos uma clara “moral da história”: honestidade, confiança e amor são a tríade que constitui a base de uma amizade sem limites.

Considera, por favor fazer um donativo ao nosso site.
Ajuda-nos a não depender da publicidade para continuarmos a partilhar Arte mantendo o Artes & contextos livre.
Podes também ajudar-nos ao subscreveres a nossa Newsletter e acompanhando-nos no Facebook, no Twitter e no Instagram

Béa, é o exemplo disso mesmo: compreende a sua posição e não abdica dela, continuando a nutrir um amor incondicional por Fred e pela vida.

Estreia a 27 de Junho.

Veja aqui, Sem Filtro, no IMDB

 

Como classificas este artigo?

Licenciada em História de Arte pela Faculdade de Letras de Lisboa. Apaixonada por histórias contadas na imagem, literatura do século XIX e artes decorativas. Defensora da liberdade no mundo da arte.

Jaime Roriz Advogados Artes & contextos