Artes & contextos Cultura em Casa Inverno Primavera 21

Cultura em Casa – Inverno #1

9 de fevereiro, 2021 Off Por Laura Carvalho Torres

Cultura em Casa

 

Voltámos a confinar. Umas das palavras mais proferidas no correr desta pandemia, que persiste em assolar. O Artes & contextos, quer, desde já, voltar a reiterar o que disse, em Março: «Deixem a cultura a entrar!».

Cultura, é, de facto, segura, e tem vindo a ser, sucessivamente, preterida e abalada, ao longo deste ano pandémico, tal como os seus agentes, que se encontram, na sua maioria, a passar por dificuldades inimagináveis.

«Embora continue a ser necessário protegermo-nos de um mal que nos apanhou de surpresa e se aproximou de todos nós indiscriminadamente, e do qual ainda falta saber muito para podermos retomar a normalidade, o planeta está vivo e a sobrevivência da Humanidade não se compadece com o isolamento individual. Protegermo-nos e protegermos os outros, é agora o objetivo primário de cada um de nós em sociedade. Mas a sociedade tem que despertar de novo e trocar o medo por cuidado.»

No Artes & contextos defendemis a arte e a cultura artística, de acesso universal e pleno, permitindo o seu desenvolvimento, e nunca a sua estagnação. Por isso mesmo, e voltando a fazer o que já havíamos feito em Março de 2020, retomamos a coluna semanal, “Cultura em Casa”, que tanta adesão teve.

Continuámos a aconselhar eventos culturais, das mais diversas áreas, através do nosso Calendário de Eventos, em constante atualização.

Assim, começo por recordar que o nosso Podcast Artes & contextos permanece ativo, querendo destacar o lançamento dos últimos três episódios:

#8 Charles Bukowski
#9 Conversa com Álvaro Lobato de Faria
#10 MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea
Como sempre, está disponível nas plataformas habituais: website, YouTube, Spotify, Apple Podcasts,  Google Podcasts, Deezer, Amazon Music, Stitcher e todos os outros serviços de streaming, de forma gratuita.

 

O Cinema Nimas, volta com uma empolgante iniciativa: a Quarentena Cinéfila. Em comunicado:

«No período do primeiro confinamento, em Março/Abril do ano passado, a Medeia Filmes organizou uma Quarentena Cinéfila on-line. (…) Com início no dia 25 de Janeiro, neste (novo) confinamento a Medeia Filmes, em colaboração com a Leopardo Filmes, traz de volta a Quarentena Cinéfila. A primeira fase, que vai de 25 de Janeiro a 11 de Fevereiro, será o programa especial Raridades».

Os cinco filmes apresentados são:

Posto Avançado do Progresso, de Hugo Vieira da Silva, 2016.
No final do século XIX, dois colonizadores Portugueses, imbuídos de uma vaga intenção civilizadora desembarcam numa parte remota do Rio Congo para coordenar um posto comercial. À medida que o tempo passa, começam a desmoralizar pela sua incapacidade de enriquecer à custa do comércio de marfim. Sentimentos de desconfiança mútua e mal-entendidos com a população local isolam-nos no coração da floresta tropical. Confrontados um com o outro iniciam uma caminhada em direcção ao abismo.

O Mundo no Arame, Rainer Werner Fassbinder, 1973.
Num mundo artificial, num tempo indefinido, O Mundo no Arame centra-se na personagem do Dr. Fred Stiller, um engenheiro informático que desvenda uma conspiração global, pondo em causa a realidade que tinha como certa e envolvendo-se numa trama labiríntica e surreal.
O exaustivo e elaborado restauro de O Mundo no Arame possibilitou um regresso glorioso a esta obra marcante da filmografia de Rainer Werner Fassbinder.

Chantrapas, Otar Iosseliani, 2010.
O protagonista de Chantrapas é Nicolas. Um artista, um cineasta, que só deseja expressar-se e a quem todos desejam reduzir ao silêncio. Quando inicia a sua carreira na Geórgia, os “ideólogos” esperam amordaçá-lo, preocupados com o facto de a sua obra não seguir as regras fixadas. Perante a determinação daqueles, Nicolas deixa a sua terra natal e viaja para França – a terra da liberdade e da democracia. Mas o “estado de graça’ não vai durar muito.

O Pequeno Quinquin, Bruno Dumont, 2014.
P’tit Quinquin (Alane Delhaye), adolescente que vive na região de Boulonnais, ocupa as suas férias como pode, com os seus amigos. Um dia vêem um helicóptero da polícia sobrevoar a praia e tirar uma vaca da palafita. O comandante Van Der Wyeden (Bernard Pruvost) e Rudy Carpentier (Philippe Jore) dirigem a investigação a esta descoberta macabra: uma mulher esquartejada é encontrada na barriga da vaca…

Alguns Dias em Setembro, Santiago Amigorena, 2006.
1 de Setembro 2001. Elliot (Nick Nolte), um espião americano desaparece sem deixar rasto, levando consigo uma informação crucial acerca do futuro imediato do mundo. O seu principal objectivo é rever a filha, Orlando, que abandonou dez anos antes. Organiza então um encontro, através de Irene (Juliette Binoche), uma amiga de longa data, para o qual convida também David, o seu filho adoptivo. No entanto serão perseguidos por William Pound (John Turturro), um assassino a soldo sem escrúpulos, desde Paris até Veneza, onde se encontrarão com Elliot no dia 11 de Setembro.

 

Tal como no passado confinamento, o Teatro Nacional D. Maria II volta com o «D. Maria II em casa». Na Sala Online, em cena, estão:

Carta, de Mónica Calle, de 29 de Janeiro a 12 de Fevereiro de 2021.

Fake, de Inês Barahona e Miguel Fragata, de 5 a 19 de Fevereiro de 2021.

Corrente de transmissão, de Maria João Guardão, 7 de Fevereiro de 2021.

Última Hora, Rui Cardoso Martins (Texto) e Gonçalo Amorim (Encenação), 12 a 26 de Fevereiro de 2021.

Os mais pequenos também têm acesso ao teatro em casa, com mais de 20 de histórias a eles dedicadas. Uma iniciativa que une o TNDM e o Grupo Ageas Portugal, a Salinha Online apresenta mais de 20 espetáculos, todos disponíveis online, entre os quais Onde é a guerra, de Catarina Requeijo, com interpretação em Língua Gestual.

 

Pelas sugestões televisivas, a RTP tem-nos servido uma boa quantidade incrível de bons programas e novas produções nacionais, que valem muito a pena espreitar. Algumas delas:

RTP1:

  • Alta Fidelidade, Episódio 4, Temporada 1, 23:49h, 1 de Fevereiro 2021.

 

RTP2

  • Pavarotti, 23h, 5 de Fevereiro 2021.
  • O Lago dos Cisnes de Martin Schlapfer, 22:09h, 6 de Fevereiro 2021.
  • Luka Sulic Toca Vivaldi: As Quatro Estações, 23h, 7 de Fevereiro 2021.
  • Amor Fati, 23:05h, 11 de Fevereiro 2021.

 

Até para a semana, e não se esqueçam, deixem a cultura entrar…


Por:
Laura Carvalho Torres
Laura Carvalho Torres
Segue-me
Últimos artigos de Laura Carvalho Torres (exibir todos)
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Open Call Artes & contextos