O Fotógrafo de Minamata, de Andrew Levitas Artes & contextos O Fotografo de Minamata FI

O Fotógrafo de Minamata, de Andrew Levitas
0 (0)

16 de setembro, 2022 0 Por António Lourenço
  • 3Minutos de leitura
  • 775Palavras

O Fotógrafo de Minamata

 

Baseado em factos verídicos, O Fotógrafo de Minamata (Minamata) relata o acompanhamento William Eugene Smith (1918-1978) interpretado por Jonny Depp, ao chamado Desastre de Minamata. O fotógrafo que se tornou famoso, no fotojornalismo, por se ter evidenciado, na segunda Guerra Mundial, como fotografo na frente de batalha vive agora falido, doente e em grande solidão, subjugado pelo álcool e pelo fumo e com um temperamento inconstante, suscitando reações problemáticas.

 

William Eugene Smith (Jonny Depp) O Fotografo de Minamata (2020)

William Eugene Smith (Jonny Depp), O Fotógrafo de Minamata  (2020)

 

Entretanto, perante o veemente pedido, do editor da Life Magazine, irá voltar ao Japão, a fim de tornar público, revelando ao mundo um grande escândalo ecológico e humanitário, a acontecer há já 12 anos, na comunidade de Minamata, uma pequena vila piscatória no litoral, em que mais de 2.000 pessoas, foram envenenadas, por descargas de mercúrio e outros metais pesados no oceano, devido à negligência de uma empresa industrial que contaminava os peixes, que eram o principal alimento da população.

O que ficou conhecido como Desastre de Minamata, foi escondido atá às últimas consequências com recurso a subornos pelos responsáveis da empresa que fazia as descargas na baía.

O envenenamento tóxico, provocado pelas descargas no mar, contaminou os peixes, que eram o principal alimento da população e desencadeou deformações monstruosas irrecuperáveis, horrendas e congénitas. Observamos imagens de uma mãe a banhar a sua filha, paralítica, cega e muda, e relata que despende 5 horas a alimentá-la. A doença caracterizada por convulsões, descontrole das atividades motoras e morte, ficou conhecida como a Doença de Minamata.

 

William Eugene Smith (Jonny Depp) O Fotografo de Minamata (2020)

O Fotógrafo de Minamata  (2020)

 

Eugene Smith é chamado ao gabinete do Diretor da fábrica, que lhe oferece uma bebida, que ele recusa afirmando preferir sair do edifício vivo em vez de morto. Seguidamente entrega-lhe um suborno num envelope, que ele rejeita.

‘Fotografar é fragmentar a alma do fotografo’, diz Gene à sua companheira Aileen Mioko (Minami Hinase), que fielmente o segue desde o início da sua estadia no Japão e com insistência o convence a fotografar os acontecimentos. Smith envolve-se, integrando-se na população, nas manifestações, ignorando o perigo das cargas policiais, empunhando as suas camaras fotográficas e seguindo o olhar dos nativos. Acaba por ser espancado e ferido, indo parar ao hospital. Várias vezes é impedido de fazer fotografias, incendeiam-lhe a casota onde revelava as peliculas e é constantemente vigiado, de novo espancado e perseguido pelos policias corruptos.

O Fotógrafo de Minamata , com realização de Andrew Levitas é um relato emocional baseado neste desastre e a sua história verídica, chocante e indignante. O triunfo apesar das adversidades e sobre a ambição dos prevaricadores sem consciência moral, leva-nos a perceber o quanto, o papel superlativo da fotografia, pode sobrepor-se à palavra.

Johnny Depp (1963), ator, produtor e músico, surge-nos aqui numa consistente interpretação, com empenhamento sofisticado, metamorfoseando-se de tal maneira, tornando-se irreconhecível e sendo difícil de identificá-lo, atendendo e comparando-o, a alguns dos seus filmes anteriores.

 

William Eugene Smith (Jonny Depp) O Fotografo de Minamata (2020)

Aileen Mioko (Minami Hinase) e William Eugene Smith (Jonny Depp), O Fotografo de Minamata  (2020)

 

A fotografia do filme, alterna entre flashbacks a preto e branco, e as cores, da responsabilidade de Benoît Delhomme. Quanto à realização de Andrew Levitas, embora não vá ao ponto de aprofundar as perturbações psicológicas, tais como, o facto de o fotógrafo não dialogar com os seus filhos, salienta dramaticamente e com ação os acontecimentos.

‘As fotografias podem gerar suficiente emoção como para serem um catalisador do pensamento.
Muitos destes acidentes poderiam ser evitados.
Um filme essencial, pois para além da importância artística, constitui um grito de alerta para a humanidade!

 

O Fotografo de Minamata , no IMDB


Talvez seja do seu interesse: Elvis, o filme de Baz Luhrmann

Considera, por favor fazer um donativo ao nosso site.
Ajuda-nos a não depender da publicidade para continuarmos a partilhar Arte mantendo o Artes & contextos livre.
Podes também ajudar-nos ao subscreveres a nossa Newsletter e acompanhando-nos no Facebook, no Twitter e no Instagram

Lista de alguns dos grandes desastres ecológicos/ambientais, causados pelo homem exibida no filme:

  • Desastre de Minamata (1954)
  • Explosão em Seveso (1976)
  • Vazamento em Bhopal(1984)
  • Desastre de Chernobyl (1986)
  • Libertação de óleo pelo Exxon Valdez (1089)
  • Vazamento de Petróleo no Golfo do México (2010)
  • Rompimento da Barragem de Rejeitos em Mariana (2015)
  • Explosão dos poços de petróleo, Kuwait (1991)
  • Desertificação do Mar Aral
  • Acidente na Fábrica nuclear de ToKaimura (1999)
  • Derramamento tóxico de alumínio em Ajka, Hungria (2010)
  • Falha do reator da Fabrica Nuclear Three Mile Islands EUA ( 1979)

 

0

Como classificas este artigo?

Melómano e cinéfilo inveterado com décadas a ver e ouvir o que de melhor foi e é Produzido e Realizado no Cinema, Teatro e Canto Lírico.

Jaime Roriz Advogados Artes & contextos