O Rei do Riso

O Rei do Riso, de Mario Martone
0 (0)

5 de maio, 2022 0 Por António Lourenço
  • 2Minutos de leitura
  • 489Palavras

O Rei do Riso

 

O Rei do Riso, (Qui rido io , no original) é o mais recente filme de Mario Martone, com Toni Servillo, Maria Nazionale, Cristina Dell’Ana.

Baseado em factos verídicos, passa-se em Nápoles, no início do seculo XX (Belle Époque), sendo a história do ator cómico (burlesco) Eduardo Scarpetta (1853-1925), interpretado pelo famoso ator italiano Toni Servillo. O realizador é o encenador de teatro e cineasta Marco Martone, autor de grandes filmes do cinema italiano, que aqui nos dá uma visão do teatro burlesco napolitano quotidiano. O protagonista vive rodeado de uma panóplia, a sua ‘tribo’ familiar e teatral, desde a sua mulher, amantes, filhos legítimos e ilegítimos, um deles Eduardo de Filippo, que vem a ser um dramaturgo famoso, nascido da relação de Scarpetta com a sobrinha da mulher.

 

Toni Servillo em O Rei do Riso (2021)

Toni Servillo em O Rei do Riso (2021)

 

O grande cómico, é rei da bilheteira e com enchentes nos teatros, graças às suas comédias extremamente hilariantes. Em 1904 cria uma paródia à obra A filha de Iorio da autoria do celebrado poeta Gabriele D’Annunzio, e embora com a anuência verbal do autor, vem a ser acusado de plágio, e processado em Tribunal, num processo que o vai consumindo moralmente,  durante vários anos. A peça conta a história da paixão e amores entre um pastor e a sua amada Mica.

Acontece que na noite de estreia de A Filha de Iorio, a representação é interrompida com impropérios, apupos e pateada (vindos mormente de um certo setor).

O Burlesco descende de um grande marco do teatro italiano, por ele despoletado e sugestivo da Comedia D’el Arte (séc. XV-XVII), trata-se de uma improvisação e comédia de costumes grotesca, exagerando, parodiando, intrigas, paixões, ciúmes, invejas, além do adultério, retratando temas extravagantes e dramáticos e, também gozando com a ingenuidade e os defeitos das pessoas. Heterogéneo,  engloba várias disciplinas imprescindíveis, tais como, teatro, circo, ballet, pantomima, e peças e comédias gregas e romanas, tendo como personagens principais o Arlequim, Pierrot (versão francêsa) a Columbina, o Brighella, o Pantalone.

 

O Rei do Riso, de Mario Martone Artes & contextos O Rei do Riso 2021

Toni Servillo, Alessandro Manna, Salvatore Battista, Cristiana Dell’Anna, e Marzia Onorato em O Rei do Riso (2021)

 

O burlesco, surge no seculo XIX, composto essencialmente por musica, comédia e performances, vindas do circo, além de conjugar marionetistas e trapezistas, eram muito populares, dotados de grande comicidade, vem a renascer nos anos 80, com performers, tais como a rainha do burlesco de nome Dita Von Teese, que o trouxe ao publico mainstream e que entretanto esta artista virá a Lisboa em Maio.

Ajuda-nos a manter o Artes & contextos gratuito, livre e sem publicidade pelo meio dos artigos

 

O Rei do Riso no IMDB

 


Talvez seja do seu interesse: O Poder do Cão Uma Análise Crítica

0

Como classificas este artigo?

Melómano e cinéfilo inveterado com décadas a ver e ouvir o que de melhor foi e é Produzido e Realizado no Cinema, Teatro e Canto Lírico.

Jaime Roriz Advogados Artes & contextos