Turp

Turp Selecionado para o Short Film Corner em CANNES – #turp #cannes #cannesfilmfestival
0 (0)

31 de março, 2016 0 Por Rui Freitas
  • 2Minutos de leitura
  • 439Palavras
Também o tempo torna tudo relativo

Este artigo foi inicialmente publicado há mais de 6 anos - o que é muito em "Tempo Internet". Pode estar desatualizado e pode ter incongruências estéticas.

Turp no Short Film Corner em CANNES

O filme TURP de Liliana Gonçalves a propósito do qual, apresentamos em dezembro uma entrevista com a autora, foi selecionado para o “Short Film Catalog“, Festival Corner em Cannes. O filme foi realizado no âmbito da licenciatura em cinema da Universidade Lusófona e apresentado em 23 de Julho de 2015 no festival Over & Out. Depois disso já passou pelos prémios Sophia em Lisboa e pelos festivais Mostrarte e Fantasporto no Porto. Assim que soubemos a notícia pela Liliana, pedimos-lhe as primeiras impressões:

Artes & contextos – Quando soubeste?

Liliana Gonçalves – Ontem, dia 29 de março e ainda não acredito!

A & c – Passou-te pela cabeça que isto pudesse vir a acontecer?

L.G. – Com os problemas todos que este filme teve, que até há uma semana atrás andámos a refazer o som todo do filme por problemas de sonoplastia, houve sempre um lado em mim que acreditava que depois disso tudo, merecíamos começar a ter mais “sorte”.

A & c – Já sabes mais pormenores, como quando vai ser exibido?

L.G. – Este festival está subdividido em quatro secções, o TURP está na secção não competitiva, no entanto sendo uma curta-metragem académica tem um grande peso e valor em nós.

A & c – Como te sentes?

L.G. – Ainda não sei explicar o que sinto, estou a viver um momento de sonho.

A & c – Depois dos festivais Sophia, Mostrarte, e Fantasporto, a grande montra. Até onde vais?

L.G. – Até onde puder, não há limites (Risos).

A & c – Vais ficar a contar todas as horas até lá.

L.G. – A contar as horas não digo, mas começo a imaginar como será quando lá chegar.

A & c – Novos projetos em perspetiva.

L.G. – Dentro de poucos meses podemos voltar a falar sobre isso, só posso dizer que vão aparecer novas e grandes novidades!

A & c – Qual foi a primeira pessoa a que deste a notícia?

Considera, por favor fazer um donativo ao nosso site.
Ajuda-nos a não depender da publicidade para continuarmos a partilhar Arte mantendo o Artes & contextos livre.
Podes também ajudar-nos ao subscreveres a nossa Newsletter e acompanhando-nos no Facebook, no Twitter e no Instagram

L.G. – A primeira pessoa a quem eu contei foi à Sofia Teixeira, a anotadora e colorista do TURP, uma grande amiga e principalmente a pessoa que tem feito de tudo por este filme ao meu lado. Fazia todo o sentido que fosse a primeira a saber.

A & c – Isto merece um brinde. Com quem vais festejar?

L.G. – Com a minha família, com os meus amigos, e com o Aleksander (Risos).

 

 

Como classificas este artigo?

Jornalista, Diretor. Licenciado em Estudos Artísticos. Escreve poesia e conto, pinta com quase tudo e divaga sobre as artes. É um diletante irrecuperável.

Jaime Roriz Advogados Artes & contextos